APEOESP - Logotipo
Sindicato dos Professores

FILIADO À CNTE E CUT

Acessar Cadastre-se

Publicações

Redes Sociais Twitter YouTube RSS
Observatório da Violência

Observatório da Violência

Compartilhe: Imprimir

Voltar

Sex, 08 de Março 2019 - 16:04

Escola estadual de Ribeirão Preto é furtada pela sexta vez em um mês

A Cidade ON - 07.03 - Da reportagem | ACidadeON/Ribeirão*

 
Instituição também foi vandalizada durante o Carnaval; escolas da região também foram vítimas de vandalismo
 
A escola Estadual Doutor Paulo Gomes Romeo, na zona Oeste de Ribeirão Preto, foi invadida e furtada pela sexta vez em um mês. Na invasão, que aconteceu durante o Carnaval, os vândalos quebraram tomadas, arrombaram portas, reviraram parte da merenda e furtaram parte da fiação da instituição.
 
Wagner de Jesus Mellini, presidente da Associação de Bairro, afirma que há locais em que a grade instalada em torno da escola está solta. "Não sei se é por causa de droga, de querer roubar cobre. Só que acaba prejudicando até os próprios parentes porque as crianças que ficam sem aula". 
 
Para Fábio Henrique Granado Sardinha, diretor da Apeoesp (Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo), as invasões colocam em risco o ensino. "O que esperamos é que o governo, na parte que cabe ao Governo do Estado de São Paulo, traga aqui no mínimo câmeras, aumente o muro. Com falta de segurança fica complicado fazer o trabalho", afirma. 
 
E para quem tem filhos na escola, não é nada cômodo saber que o prédio virou alvo. "Tinha que ter mais segurança para as crianças. Aí ficam chorando que querem vir pra escola", lamenta a dona de casa Paula dos Santos Tropiani. 
 
A Diretoria Regional de Ensino diz que irá repor o material furtado, registrar um Boletim de Ocorrência e que as aulas não vão ser prejudicadas. 
 
Vandalismo na região 
 
Na região de Ribeirão Preto o fechamento de escolas para o Carnaval foi a oportunidade para mais invasões e vandalismo.  Portas quebradas e paredes manchadas com tinta de impressora foram algumas das ações de vândalos na Escola Estadual Capitão Virgílio Garcia. Na secretaria, foram furtados computadores, um ar condicionado, rádios e uma cafeteira. E como o sistema de monitoramento também foi levado, não é possível checar as imagens das câmeras de segurança. A cozinha ainda foi incendiada e no consultório odontológico também tiveram estragos. 
 
Segundo a diretoria, os vândalos invadiram a escola pelos fundos e depois usaram a escada da própria instituição para pular de volta o muro com os objetos. 
 
Além de Ribeirão e São Simão, instuições de ensino de Serrana também foram alvo de vândalos. Em uma creche, o registro da bomba d'água foi levado e as cozinheiras não conseguiram fazer a merenda. As aulas foram suspensas nessa quinta-feira (7). Em uma escola da cidade, vândalos entraram por um vão na janela para furtar equipamentos. 
 
Nas três instituições da região, os diretores garantiram que as aulas recomeçam segunda-feira (11). 
* Com EPTV
 
 
Topo

APEOESP - Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo - Praça da República, 282 - CEP: 01045-000 - São Paulo SP - Fone: (11) 3350-6000
© Copyright APEOESP 2002/2011