APEOESP - Logotipo
Sindicato dos Professores

FILIADO À CNTE E CUT

Acessar Cadastre-se

ACONTECE NA SUBSEDE

Redes Sociais Twitter YouTube RSS

Compartilhe: Imprimir

Voltar

Qui, 23 de Janeiro 2020 - 17:32

Após mobilização de pais, Estado volta atrás e mantém período noturno em escola de Piracicaba

Por: G1 Piracicaba e Região - 23.01

 
 
Unidade de ensino a oferecer opção à noite para 2º ano do Ensino Médio fica a 35 quilômetros da E.E. Felipe Cardoso; dirigente estadual diz que foi procurado por mães e atenderá o desejo delas.
 
A Diretoria Regional de Ensino anunciou nesta quarta-feira (22) que deve atender o pedido de pais e mães de alunos e manter o período noturno para o 2º ano do Ensino Médio na Escola Estadual Felipe Cardoso, no bairro rural de Anhumas, em Piracicaba (SP).
 
Na terça-feira (21), a diretoria tinha informado que não abriria turma para o período da noite no 2º ano por causa da baixa procura e que forneceria transporte escolar a quem realmente optasse por estudar neste horário. No entanto, a unidade de ensino mais próxima a oferecer esta opção é fica a 35 quilômetros de distância.
 
A decisão gerou críticas de pais e mães de alunos que conciliam a escola com os estudos e o caso foi relatado à Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp), que acompanha o caso.
 
Os moradores do bairro apontam que seus filhos têm o desejo de trabalharem como jovem aprendiz e realizarem cursos durante o dia, por isso o desejo pelo período da noite. Um grupo chegou a realizar um abaixo-assinado contra a medida do Estado.
 
Na terça, o número de alunos interessados no 2º ano à noite informado pelo Estado e pela Apeoesp também divergia. Enquanto o governo falava em seis estudantes, o sindicato afirmou que são 22.
 
Nova posição
 
Nesta quarta, no entanto, o dirigente regional de ensino de Piracicaba, Fábio Augusto Negreiros, informou que foi procurado por mães de alunos, que informaram que não são seis, mas sim 26 que querem a manutenção do período noturno.
 
"Diante deste fato, agendei uma reunião na escola só para confirmar com a comunidade essa manifestação. Essa agenda ficou para o dia 28 [de janeir] às 18h, para terem tempo de comunicar a comunidade. Confirmado o desejo, vamos transferir o 2º ano diurno para o noturno, porque todos os pais estão dizendo que os filhos querem estudar à noite. As mães manifestando a vontade, estando necessário, vai acontecer", garantiu o dirigente.
 
Os pais também pediam os desmembramento das salas de 8º e 9º ano do Ensino Fundamental, argumentando que estão superlotadas. Segundo Negreiros, também houve o desmembramento e se houver aumento em mais alguma sala, será adotada a mesma medida.
 
Topo

APEOESP - Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo - Praça da República, 282 - CEP: 01045-000 - São Paulo SP - Fone: (11) 3350-6000
© Copyright APEOESP 2002/2011