APEOESP - Logotipo
Sindicato dos Professores

FILIADO À CNTE E CUT

Acessar Cadastre-se

NOTÍCIAS 2018

Redes Sociais Twitter YouTube RSS

Compartilhe: Imprimir

Voltar

Qua, 07 de Novembro 2018 - 15:57

Bolsonaro defende que professores sejam filmados em sala de aula

Por: Catraca Livre - 05.11 - Redação

 
 
 
 
Para o presidente eleito, os professores serem filmados pelos alunos deve ser uma questão de "orgulho"
 
O presidente eleito do Brasil Jair Bolsonaro defendeu que professores sejam filmados em sala de aula e ressaltou que, a seu ver, isso deve ser motivo de "orgulho" para os docentes. A declaração do futuro chefe do Executivo foi feita nesta segunda-feira, 5, durante entrevista concedida ao Brasil Urgente, da Band.
 
Na ocasião, ao ser questionado pelo apresentador, José Luís Datena, se ele concorda com proposição da deputada catarinense Ana Caroline Campagnolo (PSL) que polemizou ao incentivar os alunos a filmarem "professores doutrinadores", Bolsonaro mostrou-se simpático à ideia.
 
"Professor que tem se orgulhar e não ficar preocupado. Mau professor é que se preocupa com isso aí", afirmou ele.
 
Entenda
 
Pouco tempo depois de confirmada a vitória de Jair Bolsonaro, a deputada estadual Ana Caroline utilizou seu perfil nas redes sociais para incentivar perseguição aos professores em sala de aula.
 
"Segunda-feira, 29 de outubro, é o dia em que os professores doutrinadores estarão inconformados e revoltados. Muitos deles não conterão sua ira e farão da sala de aula um auditório cativo para suas queixas político-partidárias em virtude da vitória de Bolsonaro. Filme ou grave todas as manifestações político-partidárias ou ideológica" e "denuncie", pede Campgnolo.
 
Após a repercussão do caso, o Ministério Publico de Santa Catarina acionou a Justiça contra a deputada, que, por sua vez, condenou Ana Caroline a retirar da internet as publicações que incitavam os alunos a fazerem vídeos nas classes, por ferir diretamente o direito dos alunos de usufruírem a liberdade de expressão da atividade intelectual que deve ser exercida em sala de aula independentemente de censura ou licença.
Topo

APEOESP - Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo - Praça da República, 282 - CEP: 01045-000 - São Paulo SP - Fone: (11) 3350-6000
© Copyright APEOESP 2002/2011