APEOESP - Logotipo
Sindicato dos Professores

FILIADO À CNTE E CUT

Acessar Cadastre-se

NOTÍCIAS 2023

Redes Sociais Twitter YouTube RSS

Compartilhe: Imprimir

Voltar

Qui, 05 de Janeiro 2023 - 19:49

Educadores brasileiros se somam à luta dos professores de São Paulo que, nesse dia 04 de janeiro, lutam por um processo justo na atribuição de aulas presenciais para 2023

Por:

  Acontece nesta quarta-feira, dia 04 de janeiro de 2023, o primeiro ato das professoras e dos professores da rede estadual de ensino de São Paulo. Organizado pelo seu sindicato representativo, a APEOESP, a categoria se reúne a partir das 14 horas na praça em frente à Secretaria Estadual de Educação (SEDUC) para reivindicar um novo e justo processo de atribuição de aulas presenciais para o ano letivo de 2023.

  O processo de atribuição de aulas presenciais aconteceu ainda no final do ano passado de forma absolutamente arbitrária e conturbada. Sem a devida transparência e com alteração dos critérios historicamente usados nesse processo, as professoras e professores da rede estadual de ensino se sentiram muito prejudicados/as com a inclusão da jornada de trabalho como critério definidor do processo de atribuição de aulas. O tempo de serviço e a experiência dos/as docentes ficaram subjugados como critérios de definição da distribuição desses/as profissionais na rede.

  O pedido de reunião com a nova equipe gestora da SEDUC já foi solicitado desde o dia 02 de janeiro para tratar especificamente desse caso. O ato marcado pela APEOESP no dia de hoje indica a luta da categoria já para o início do ano de 2023, a partir de uma pauta que exige respeito à antiguidade dos/as servidores/as da rede, transparência nos processos administrativos da Secretaria de Educação e critérios justos para o processo de atribuição das aulas presenciais do novo ano letivo que se iniciará em breve.

  É diante disso que os/as educadores/as de todo o Brasil se solidarizam com a luta empreendida pelos professores e professoras da rede estadual de ensino de São Paulo. Junto com a APEOESP, nos somamos nessa luta dos/as profissionais de ensino do Estado. Reivindicamos da SEDUC, portanto, que haja um diálogo sério com o sindicato e que sejam respeitados os direitos dos professores e professoras da rede estadual de ensino de São Paulo.

 

Direção Executiva da CNTE

CNTE - 04.01.2023

 

 

Topo

APEOESP - Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo - Praça da República, 282 - CEP: 01045-000 - São Paulo SP - Fone: (11) 3350-6000
© Copyright APEOESP 2002/2011