APEOESP - Logotipo
Sindicato dos Professores

FILIADO À CNTE E CUT

Acessar Cadastre-se

NOTÍCIAS 2024

Voltar

Sex, 09 de Fevereiro 2024 - 16:18

Pressão e pedido de vista tiram de pauta PEC que corta R$ 10 bilhões da educação

A PEC, na Comissão de Justiça e Redação da Alesp, que se reuniu na tarde de quarta (7), com participação da deputada Bebel

Por:

A manifestação organizada pela Apeoesp e o pedido de vista, desta vez do deputado Rômulo, do Partido dos Trabalhadores, tirou de pauta a votação da admissibilidade da Proposta de Emenda Constitucional (PEC 9), de autoria do governador Tarcísio de Freitas, que corta pelo menos R$ 10 bilhões da educação, em valores atuais. A PEC estava na pauta da Comissão de Justiça e Redação da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp) que se reuniu na tarde de quarta (7), e contou com a participação da deputada estadual Professora Bebel (PT), que lidera o movimento contra a redução das verbas da educação estadual.

É que se a PEC do governador Tarcísio de Freitas for aprovada, será reduzida de 30% para 25% a verba estadual na educação. “Isso comprometerá profundamente a qualidade do ensino e os direitos educacionais da população paulista. Por isso, prosseguiremos na luta para o parlamento paulista não cometa tão grave erro, ainda mais grave do que o injusto confisco salarial de aposentados e pensionistas que conseguimos revogar no final de 2022, após dois anos de grandes prejuízos a centenas de milhares de servidores aposentados”, destaca a Professora Bebel, que também é segunda presidenta da Apeoesp.

Como a PEC continua em tramitação na Assembleia Legislativa, Bebel diz que “vamos continuar mobilizados junto com a comunidade escolar, movimentos sociais e demais segmentos para derrotar esta PEC”, ressalta. A parlamentar destaca que o seu mandato popular na Assembleia Legislativa também apoia a PEC de iniciativa popular que mantém a dotação orçamentária de 30% para a Educação. “Portanto, é fundamental que toda sociedade paulista se envolva nesta campanha, uma vez que caso esse corte se concretize, todos perdem. “Perdem os estudantes da educação básica e do ensino superior, os professores e os demais profissionais da educação. Perdem as famílias, perde o Brasil. Menos investimento em educação significa menos desenvolvimento econômico, cultural, menos pesquisa, menor produção científica e tecnológica e, no limite, o comprometimento da soberania nacional no cenário mundial. Esta campanha é contra tudo isso”, completa deputada piracicabana.

Para isso são necessárias 300 mil assinaturas de eleitores. Para coletar as assinaturas, as 94 subsedes da Apeoesp estão coletando assinaturas em todas as regiões do Estado. Em Piracicaba, o movimento coleta assinaturas na Praça José Bonifácio e nos bairros da cidade, através de apoiadores do seu mandato, assim como em seu gabinete, na rua Governador Pedro de Toledo, 1765, e na subsede da Apeoesp em Piracicaba.

A Tribuna Piracicabana

Topo

APEOESP - Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo - Praça da República, 282 - CEP: 01045-000 - São Paulo SP - Fone: (11) 3350-6000
© Copyright APEOESP 2002/2011