APEOESP - Logotipo
Sindicato dos Professores

FILIADO À CNTE E CUT

Acessar Cadastre-se

Publicações

Redes Sociais Twitter YouTube RSS
Observatório da Violência

Observatório da Violência

Compartilhe: Imprimir

Voltar

Sex, 02 de Junho 2017 - 18:00

Dupla armada invade escola e assalta professores durante planejamento em Cruzeiro do Sul

Assalto ocorreu na tarde desta quinta-feira (1) em Cruzeiro do Sul. Polícias fazem ronda em busca de suspeitos.

 
 
Os professores da escola Dom Henrique Ruth, em Cruzeiro do Sul, foram assaltados na tarde desta quinta-feira (1) durante uma reunião de planejamento dentro da escola. De acordo com informações da direção, 12 professores foram rendidos por uma dupla armada que invadiu a escola e levou 5 relógios, 4 celulares e três cordões de ouro. As polícias Civil e Militar foram acionadas e fazem ronda em busca dos suspeitos.
 
A ação ocorreu por volta das 15h e as câmera de segurança do colégio mostram o momento em que os dois suspeitos entram na sala de professores. No momento não estava tendo aula, pois o colégio passa por uma reforma e os alunos estão dispensados até o dia 13.
 
O coordenador regional de Educação, Charles André, foi até a escola e garantiu que já pediu apoio à Secretaria de Educação.
 
“Já contatamos o secretário de Educação, que vai pedir ao Secretário de Segurança um olhar mais atento para nossas instituições de ensino. Espero que tenha sido um caso isolado e este fato não se repita em outras escolas. Vamos pedir policiamento escolar e rondas mais frequentes em nossas instituições de ensino para evitar que isso se repita", destacou.
 
Um dos suspeitos está encapuzado e o outro apenas de boné. Um professor, que foi vítima e prefere não ser identificado, conta que eles estavam saindo da sala, quando os dois chegaram armados.
 
“Ainda não tinha passado por isso. E isso no ambiente escolar é muito complicado, nós que trabalhamos na formação de adolescentes, nos deparar com essa situação, mostra que nossa sociedade está caminhando para o lugar errado”, diz.
 
O diretor da escola, Jair Sousa, diz que todos os professores ficaram muito abalados. “O clima de insegurança, que é divulgado, está chegando nas escolas. O aumento da criminalidade só aumenta e essa realidade está chegando na escola. Não temos a liberdade de trabalhar, porque a gente fica com sensação de insegurança”, conta. 
 
As imagens de segurança foram entregues à Polícia Civil para a identificação dos suspeitos. “A polícia pegou as imagens e vai tomar os encaminhamento necessários. Esperamos que seja feito alguma coisa”, reclama. Policiais militares também fizeram ronda nas proximidades da escola, mas ninguém foi preso até a tarde desta quinta.
 
Adelcimar Carvalho, G1 AC, Cruzeiro do Sul - G1 - 01.06
Topo

APEOESP - Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo - Praça da República, 282 - CEP: 01045-000 - São Paulo SP - Fone: (11) 3350-6000
© Copyright APEOESP 2002/2011