APEOESP - Logotipo
Sindicato dos Professores

FILIADO À CNTE E CUT

Acessar Cadastre-se

Publicações

Redes Sociais Twitter YouTube RSS
Observatório da Violência

Observatório da Violência

Compartilhe: Imprimir

Voltar

Sex, 02 de Outubro 2015 - 15:43

Em Piracicaba, estudante leva facada na cabeça durante briga em escola

Agressor estuda na mesma unidade e violência aconteceu durante intervalo.Jovens ficaram nervosos e foram liberados; garota precisou ser internada.

Uma estudante de 15 anos foi ferida na cabeça com uma faca de serra durante briga dentro da Escola Estadual Elias de Mello Ayres, na manhã desta quinta-feira (1), em Piracicaba (SP). A vítima foi atingida pelo irmão da garota com quem ela brigava na saída do banheiro. A jovem esfaqueada foi hospitalizada e o agressor, que estuda na mesma unidade, pulou o portão e fugiu.

A Polícia Militar foi chamada ao local e parte dos alunos foi dispensada. O motivo da briga ainda é investigado. A confusão aconteceu por volta das 9h30h desta quinta, durante o intervalo. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu)  socorreu a estudante de 15 anos, que foi levada para o pronto-socorro do bairro Vila Rezende.

Uma aluna de 15 anos que viu as cenas disse que ficou muito abalada com a situação. "As duas meninas estavam brigando na saída do banheiro. O irmão de uma delas chegou e começou a chutar a outra até que ela caiu no chão. Depois, ele a esfaqueou na cabeça", disse a testemunha.

"Saía muito sangue da cabeça dela", afirmou. Ainda de acordo com a estudante, o garoto conseguiu fugir após pular o portão da escola.

Estado de saúde

A Secretaria Municipal de Saúde afirmou, por volta das 11h30, que a adolescente passa por atendimento médico e que o estado de saúde da garota é estável. A pasta não deu informações sobre a gravidade dos ferimentos.

Secretaria de Educação

A família dos alunos envolvidos na briga foram chamados pela direção da escola. A Secretaria de Educação do Estado de São Paulo informou em nota que "lamenta profundamente o ato de agressão" ocorrido em Piracicaba e que "todas as providências foram tomadas para garantir o atendimento médico imediato da aluna".

A secretaria afirmou ainda que os responsáveis pelos estudantes foram convocados e o Conselho Tutelar foi acionado. "O agressor foi suspenso e o Conselho Escolar irá se reunir para definir mais medidas educacionais, com base no regimento escolar", diz a nota.

A ocorrência é registrada na Delegacia de Defesa da Mulher  (DDM) de Piracicaba. Os alunos ficaram nervosos com a situação. A direção da escola liberou aqueles que quiseram ir embora. As aulas, entretanto, continuarão normalmente no período da tarde.

Topo

APEOESP - Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo - Praça da República, 282 - CEP: 01045-000 - São Paulo SP - Fone: (11) 3350-6000
© Copyright APEOESP 2002/2011