APEOESP - Logotipo
Sindicato dos Professores

FILIADO À CNTE E CUT

Acessar Cadastre-se

Publicações

Redes Sociais Twitter YouTube RSS
Observatório da Violência

Observatório da Violência

Compartilhe: Imprimir

Voltar

Sex, 08 de Março 2019 - 15:58

Grupo invade escola em São Simão durante o Carnaval, ateia fogo a salas e furta equipamentos

EPTV - 07.03

 
Paredes foram manchadas com tintas coloridas e vândalos ainda consumiram parte da merenda. Polícia Civil investiga o caso e aulas devem ser retomadas na segunda-feira (11).
 
A Polícia Civil tenta identificar os vândalos que furtaram e destruíram parte das instalações da Escola Estadual Capitão Virgílio Garcia, em São Simão (SP), durante o feriado prolongado de Carnaval. Peritos estiveram no local e a direção contabiliza o prejuízo.
 
O diretor da unidade, Carlos Alexandre Emídio, contou que o crime foi identificado nesta quarta-feira (6): salas estavam reviradas, grades foram arrombadas, as paredes da cozinha estavam em chamas, vidros foram quebrados e portas danificadas.
 
Documentos de alunos e professores também estavam espalhados. Os vândalos ainda lançaram jatos de tinta contra as paredes e comeram parte da merenda, como pipoca, leite e achocolatado em pó. O consultório odontológico também foi afetado.
 
"Realmente, é um sentimento de impotência, de revolta, de indignação por tudo o que aconteceu dentro do prédio, que é um espaço da comunidade, dos nossos alunos, das nossas crianças, dos nossos jovens e adolescentes", afirmou.
 
Computadores, um projetor multimídia, um aparelho de ar condicionado e as câmeras de segurança do colégio foram levados pelo grupo. Ainda segundo Emídio, a cozinha e o refeitório haviam sido reformados recentemente por R$ 100 mil.
 
"Foi ateado fogo, então as paredes encontram-se comprometidas, as luminárias derretidas. Há ainda vazamento de gás. Realmente, é uma situação lamentável e isolada. A comunidade está a favor da escola, do nosso trabalho, que vem sendo realizado com muita intensidade", disse.
 
As aulas não foram prejudicadas porque estão suspensas em função do planejamento pedagógico. A previsão é que as atividades sejam retomadas na segunda-feira (11). A escola atende cerca de 800 alunos de 11 a 17 anos de idade, além de jovens e adultos.
 
 
Topo

APEOESP - Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo - Praça da República, 282 - CEP: 01045-000 - São Paulo SP - Fone: (11) 3350-6000
© Copyright APEOESP 2002/2011