APEOESP - Logotipo
Sindicato dos Professores

FILIADO À CNTE E CUT

Acessar Cadastre-se

Publicações

Redes Sociais Twitter YouTube RSS
Observatório da Violência

Observatório da Violência

Compartilhe: Imprimir

Voltar

Ter, 16 de Julho 2013 - 18:17

Leitora diz que escola em Guarulhos, SP, é alvo constante de vandalismo

Internauta mandou fotos de incêndio ocorrido no final de junho. Governo de SP diz que medidas sobre casos estão sendo tomadas.

A escola estadual de ensino fundamental Antonio Rosas da Silva Galvão, localizada no bairro Ponte Alta, em Guarulhos, está sendo alvo de furtos e atos de vandalismo segundo o relato de uma leitora do G1 que prefere não se identificar. Ela enviou imagens de um incêndio ocorrido no último dia 26 de junho na escola da cidade na Grande SP e que, de acordo com a internauta, teve motivação criminosa.

"Por volta das 6h daquele dia o pessoal da merenda chegou para trabalhar e encontrou a área da secretaria queimada. Quinze dias antes também houve outro incêndio. Mas já há alguns anos a escola tem casos de furtos durante a madrugada e de vandalismo, como pichações nas paredes", afirma a leitora.

Ela tem um filho em uma turma da quarta série do ensino fundamental. Segundo a internauta, vidros já foram quebrados e até um microondas na sala dos professores foi levado. "É feito um BO [boletim de ocorrência] e depois se cai no esquecimento."

A leitora afirma que foram feitos pedidos para a Secretaria Estadual de Educação de São Paulo para que fossem tomadas providências para evitar as ações criminosas, mas que ainda não foi anunciada nenhuma medida concreta.

Nota da Redação: O G1 entrou contato com a Secretaria Estadual de Educação de SP, que emitiu a seguinte nota: "A Diretoria de Ensino de Guarulhos Norte esclarece que todas as medidas referentes ao incêndio na E.E. Antonio Rosas da Silva Galvão, no mês de junho, já foram tomadas. A licitação para as obras no local afetado está em andamento e os reparos emergenciais já foram realizados. Após o incidente, a direção da escola registrou um boletim de ocorrência e a polícia investiga o caso. A direção da escola informa ainda que já está prevista a instalação de câmeras de monitoramento 24 horas por dia na unidade. Além disso, é importante ressaltar que a diretoria de ensino está em constante diálogo com a comunidade escolar e permanece à disposição para quaisquer esclarecimentos".

Já a Secretaria de Segurança Pública diz que "o delegado João Alves de Araújo, titular do 7º DP de Guarulhos, informou que foi instaurado inquérito policial e todos os casos relatados à Polícia Civil estão sendo investigados. Em relação ao policiamento no entorno da unidade, durante o horário de entrada e saída das aulas, a comunidade conta com o apoio da Ronda Escolar. Ininterruptamente também são realizados programas de policiamento e a Polícia Militar comparece à unidade de ensino sempre que acionada pela equipe gestora".


G1 - 15/07/2013

Topo

APEOESP - Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo - Praça da República, 282 - CEP: 01045-000 - São Paulo SP - Fone: (11) 3350-6000
© Copyright APEOESP 2002/2011