APEOESP - Logotipo
Sindicato dos Professores

FILIADO À CNTE E CUT

Acessar Cadastre-se

Publicações

Observatório da Violência

Observatório da Violência

Voltar

Ter, 20 de Junho 2017 - 16:52

SP: Escolas públicas têm 10 casos de violência por dia

Jornal da Band - 12.06 - Produção: Tony Chastinet - Reportagem: Michelle Trombelli

 
Registros policiais revelam 3.500 casos de violência por ano entre alunos e contra professores em escolas de São Paulo
 
Os vídeos que circulam na internet dão uma ideia do que professores sofrem em escolas públicas. Uma professora que prefere não se identificar diz que, no momento, em que estava encerrando suas atividades na escola, foi até o estacionamento e deparou-se com seu carro riscado com palavras de baixo calão, acompanhadas com frases de assédio.
 
O crime ocorreu no início de junho, as palavras já foram apagadas. Só que as marcas permanecem na vida da educadora, que conta "ter ficado com muita raiva por não poder tomar uma ação contra os infratores".
 
Os casos de violência entre professores e alunos ou apenas entre alunos dentro das escolas cresceram 5% em 2016, em comparação ao ano anterior. Um levantamento feito pelo Jornal da Band revela que são registrados em média 3.500 boletins de ocorrência, por ano. São registros de ameaças ou lesões corporais. No Ensino Médio, há cerca de dez B.Os por dia.
 
Alguns adolescentes revelaram à reportagem que já foram ameaçados por outros alunos dentro da escola em que estudam por motivos banais; outros já presenciaram colegas com 'armas brancas' dentro da escola.
 
E a situação pode ser ainda mais grave, já que de acordo com levantamento feito pela APEOESP, apenas uma em cada três vitimas de ameaças ou agressão dentro das escolas presta queixa. O medo de represálias e a pressão da diretoria para que não haja propagação das denúncias e exposição da escola explicam o silêncio, segundo os professores ameaçados ou agredidos.
 
Um exemplo é a ex-professora da rede pública, Luciany Bosan, que abandonou o cargo após levar uma cadeirada de um aluno quando estava grávida e ainda ser ameaçada para não denunciar o caso.
 
A presidenta da APEOESP explica que muitos professores não aguentam a pressão do cotidiano e entram em pânico. Em nota, a Secretária de Educação do Estado de São Paulo informa que todas as unidades de ensino são orientadas a registrarem boletim de ocorrência e que, dados internos, indicam que houve uma redução de 12,5% nos casos de violência.
 
Veja aqui a íntegra da reportagem que o Jornal da Band levou ao ar no dia 12 de junho:
http://noticias.band.uol.com.br/jornaldaband/videos/ultimos-videos/16242103/sp-escolas-publicas-tem-10-casos-de-violencia-por-dia.html
Topo

APEOESP - Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo - Praça da República, 282 - CEP: 01045-000 - São Paulo SP - Fone: (11) 3350-6000
© Copyright APEOESP 2002/2011