APEOESP - Logotipo
Sindicato dos Professores

FILIADO À CNTE E CUT

Acessar Cadastre-se

Teses e Dissertação

Redes Sociais Twitter YouTube RSS

Compartilhe: Imprimir

Voltar

Ter, 19 de Março 2019 - 16:25

Em parceria com a CNTE, pesquisador abre consulta virtual sobre Educação e Sexualidade no Ensino Fundamental

Por: Ana Maria Lopes - APEOESP - 19.03

Professores do 1º ao 5º ano já podem participar da pesquisa "Educação e Sexualidade nas Escolas de Ensino Fundamental I", realizada pela CNTE e suas entidades filiadas, inclusive a APEOESP. Coordenado pelo pesquisador Marcos Ribeiro, o levantamento vai mapear conteúdos, metodologias e entraves enfrentados pelos professores destas séries na abordagem da temática nas escolas das redes públicas estadual e municipal.

Disponibilizado no Google, o questionário contém perguntas bem específicas, elaboradas com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento de projetos nesta área, para redefinição de atividades pedagógicas, elaboração de material educativo e políticas para o trabalho de educação em sexualidade, além da implementação da educação continuada para educadores e todos os atores sociais da escola. 

A pesquisa faz parte do Trabalho de Conclusão de Curso da Licenciatura em Pedagogia de Marcos Ribeiro, sob a orientação da Professora Sandra Sierra, do Centro Universitário UniCarioca (RJ). A partir dos resultados do levantamento, o pesquisador pretende escrever um livro, em parceria com a CNTE.  "Sabemos que a escola é uma espaço de curiosidade e que perguntas em sala de aula são naturais. Além disso, o aumento de infecções sexualmente transmissíveis é alarmante. Por isso, educação sexual de forma adequada, com respeito à idade de cada estudante, contribui na prevenção de doenças e minimiza o risco de gravidez precoce. Também ajuda as crianças a identificarem o que é e como denunciar um abuso sexual", destaca o comunicado da Confederação sobre a pesquisa.

Além das incontáveis lutas em defesa da Educação Pública e do Magistério, a CNTE destaca-se também por iniciativas, como o Projeto DST/Aids, que oferece aos professores a possibilidade de construir políticas educacionais para a abordagem do temática. "São políticas fundamentais  para combater o cerceamento de professores/as, especialmente com o projeto 'Escola sem Partido'", defende a entidade.

SERVIÇO:  Copie e cole o formulário da pesquisa no link:

https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSe21Sv0PGYXV-X5ktBPkqZAuZxKR0SkVteImrylh6UsglaiWQ/viewform?vc=0&c=0&w=1

 
Topo

APEOESP - Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo - Praça da República, 282 - CEP: 01045-000 - São Paulo SP - Fone: (11) 3350-6000
© Copyright APEOESP 2002/2011