APEOESP - Logotipo
Sindicato dos Professores

FILIADO À CNTE E CUT

Acessar Cadastre-se

Teses e Dissertação

Redes Sociais Twitter YouTube RSS

Compartilhe: Imprimir

Voltar

Sex, 16 de Dezembro 2011 - 11:18

Teses do Congresso da APEOESP são analisadas em mestrado na USP

A resistência do movimento de professores do Estado de São Paulo contra as políticas educacionais vigentes foi uma das inspirações de Valter de Almeida Costa na definição do seu mestrado, cuja tese foi defendida na Faculdade de Educação da USP no último mês de setembro.

Por:

A resistência do movimento de professores do Estado de São Paulo contra as políticas educacionais vigentes foi uma das inspirações de Valter de Almeida Costa na definição do seu mestrado, cuja tese foi defendida na Faculdade de Educação da USP no último mês de setembro. "Política Educacional para o Ensino Médio e Educação Técnica no Estado de São Paulo - Expectativas dos Estudantes de Quatro Unidades Escolares da Zona Leste da Capital e a Disputa Ideológica na Educação" analisa o período iniciado em 1995, quando São Paulo passa a ser governado pelo grupo político que controla até hoje a Política Educacional no Estado.

Durante a pesquisa para a sua dissertação, Almeida Costa ouviu professores e estudantes de escolas localizadas no extremo leste da capital paulista, região habitualmente ausente da grande mídia. O trabalho de 410 páginas é dedicado aos milhares de ex-alunos e colegas professores do pesquisador. "Eles me proporcionaram o privilégio de ter acompanhado parte de suas vidas de estudantes nos cerca de vinte anos em que lecionei na Rede Pública de Ensino", diz.

As teses debatidas durante o Congresso de 2010 da APEOESP e as visões das correntes sindicais do movimento dos professores sobre temas que vão além da política educacional, como a mídia, a identidade e a luta de classes são cuidadosamente analisadas. "Na falta de espaço na imprensa para veiculação das ideias contrárias à Política Educacional vigente neste Estado, foram levantadas as opiniões dos vários grupos políticos de professores que participaram de congresso do maior Sindicado de Professores de São Paulo, a APEOESP, realizado no final de 2010", justifica Valter, que reproduziu no trabalho trechos essenciais de teses debatidas durante o evento.

A partir de conceitos marxistas, o pesquisador estuda as disputas que marcam a atuação dos vários sujeitos em ação no processo de implantação da Política Educacional no Estado, tanto os que defendem a política inspirada em valores do neoliberalismo como os que resistem às medidas com estas características que são adotadas, em São Paulo, neste período. "Em meio a esta disputa ideológica entre defensores e críticos do neoliberalismo, ouvi as expectativas e opiniões dos estudantes, com o objetivo de compreender os modos pelos quais chegam e são assimilados estes confrontos nas escolas e como seriam as formulações que os estudantes estariam elaborando sobre a atual situação do ensino, a partir do que vivenciam nas unidades de ensino", explica o pesquisador.

Almeida Costa conclui que a imagem do professor é prejudicadas, muitas vezes, em ações oficiais, intencionais e articuladas, mas há também um profundo descontamente entre os alunos do Ensino Médio."Se a direita utiliza os mais variados aparelhos de hegemonia para disseminar os valores da ideologia neoliberal, os grupos políticos que atuam junto às categorias dos educadores, também devem pensar na ação intencional sistemática, planejada para a formação e luta ideológica não apenas nos sindicatos e partidos, mas também nos espaços que constituem campos de disputa e um dos espaços em que esta luta já está acontecendo é a escola", conclui o pesquisador.

SERVIÇO: A tese de mestrado "Política Educacional para o Ensino Médio e Educação Técnica no Estado de São Paulo - Expectativas dos Estudantes de Quatro Unidades Escolares da Zona Leste da Capital e a Disputa Ideológica na Educação" será publicada na Biblioteca Digital da USP.

Contatos com o autor:

Valter Almeida Costa: valterdealmeidacosta882@gmail.com

 

 

Topo

APEOESP - Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo - Praça da República, 282 - CEP: 01045-000 - São Paulo SP - Fone: (11) 3350-6000
© Copyright APEOESP 2002/2011